7/Mar 2012 (GEO) A reforma agrária no Brasil: atualidades

Olá gente,

compartilho com todos vocês um vídeo assistido na aula de Geografia do 2º ano EM, sobre a situação atual da Reforma Agrária no Brasil. Aproveite para complementar seus conhecimentos sobre este assunto tão recorrente em nosso país, e presença certa em todos os vestibulares!

 

Parte 1

Parte 2

Parte 3

 

Para deixar sua resenha, clique em “DEIXAR COMENTÁRIO”.

Bons estudos,

Prof. Junior

3 comentários

  1. Bom, antes de tentarmos solucionar um problema, precisamos descobrir porquê ele acontece. No caso do Brasil, estima-se a existência de mais de 1 milhão de sem terra a procura de um lugar fixo para viver; tal problema seria resolvido se não existisse a espantosa má distribuição de terras, ou seja, grandes áreas de terra nas mãos de poucos (ricos) e muitos (pobres), sem nada. Isto gerou o MST (Movimento dos Sem Terra), no qual as pessoas passaram a invadir terras pouco utilizadas e lá se instalar. Como isto trouxe grandes transtornos, o governo precisava tomar providências, criando assim a Reforma Agrária com o intuito de desapropriar terras de proprietários que não a utilizavam, pagando-lhes uma indenização por isto. Tais terras eram encaminhadas às famílias inscritas no projeto. Com isto, o problema parecia resolvido se, alguns sem terra não vissem nisso uma oportunidade de lucro. Ao invés de aproveitarem a terra recebida para produzir e viver com suas famílias, preferiam vender e invadir outras terras para obter lucro, o que torna o fato um ciclo vicioso.

    O que nos faz perceber problemas que geram tudo isto: a educação precária do país e a grande desigualdade social. A falta de estudo faz as pessoas terem este tipo de pensamento, acham que estão na vantagem vendendo as terras que recebem e obtendo um pequeno lucro passageiro, a manter-se lá e ter uma vida digna, aumentando assim a tal desigualdade social. Mantendo sempre os ricos muito ricos, e os pobres sem nem mesmo uma terra própria para viver.

    E como comentário pessoal, isto me faz pensar se devo mesmo ter orgulho de ter meu país em sexto lugar na escala de países com melhor economia. Porque uma economia considerável não significa que todos esses problemas internos que enfrentamos estão resolvidos. Esta posição é sim progresso, sem dúvidas, mas eu vou me orgulhar quando o Brasil estiver entre os primeiros também em relação à educação, igualdade entre as classes, baixo desemprego, qualidade de vida e mantenha ainda um alto PIB.

  2. A má distribuição de terras, causa um dos principais problemas do Brasil a desigualdade social.

    Essa má distribuição de terras vem da colonização portuguesa, com o sistema de Capitanias Hereditárias, em que poucos donatários recebiam grandes faixas de terra, para se ter uma idéia metade das terras brasileiras estão com 1% da população.

    Na atualidade para corrigir isso o governo decidiu fazer uma reforma agrária e criou um órgão federal chamado INCRA, que compra um pedaço de terra sem uso dos grandes proprietarios de terras, e distribui para os sem terras, que ajuda um pouco, mas é lento demais não atendendo a todos. Para acelerar esse processo de reforma agrária os trabalhadores rurais criaram o MST, que pressiona o governo.

    Para mim essa desigualdade é um dos grandes causadores de problemas sociais no Brasil, e o Brasil deve tentar diminuir isso o quanto antes, para então poder se proclamar um país desenvolvido.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s