4/Mar 2014 – BIO: Tema interessante para ampliar os conhecimentos sobre genética!

Quimerismo e Mosaicismo humanos

Encontrei este artigo muito legal sobre estes temas! Vale a pena dar uma conferida! Trata-se de situações extremamente raras em que uma pessoa pode apresentar dois DNAs diferentes! Isso mesmo!

Leiam o artigo completo:

Mosaicismo-e-Quimerismo

Quem se interessar, poderá fazer uma resenha básica como atividade extra, até o dia 19/3.

Bons estudos,

Prof. Junior

2 comentários

  1. • Quimerismo: Ocorre nos estágios iniciais do desenvolvimento do bebê (até os primeiros 4 dias). Células de dois embriões distintos se fundem para dar origem a um único indivíduo, tendo resultado apenas em zigotos de sexo diferente. Resultando em: quimeirismo sanguíneo (um ser ter dois ou mais tipos sanguíneos), hermafroditismo, cor dos olhos diferentes um do outro, ou ter células com DNA’s diferentes.

    Não se sabe ainda o que leva a acontecer o quimeirismo, mas uma das causas possíveis seria a fertilização in vitro.
    Na fertilização in vitro, normalmente, se transfere mais de um embrião para ser implantado na mãe, é justamente isso que explica a elevada incidência de nascimento de gêmeos não idênticos em tais casos, proporcionando anomalias raras nas gestações, casos idênticos ao quimerismo.

    Essa alteração genética ganha o nome de quimerismo devido a mitologia grega, pois acreditavam que quimera era um animal composto por várias outras partes de animais contido nele. E na biologia é considerado indivíduos que contem populações de células derivadas de diferentes indivíduos.

  2. Quimerismo

    O Quimerismo na mitologia grega era representada por seres que constituíam partes diferentes dos animais (uma monstruosa união entre o gigantesco Tifon e a Equidna, metade mulher, metade serpente). Atualmente, na biologia, ela se caracteriza por indivíduos formados pela fusão de células de pelo menos dois embriões diferentes e quando há baixos níveis destas células, usa-se o termo microquimerismo. Ocorre quando as células de dois embriões diferentes se fundem para dar origem a um único indivíduo e serão formadas por diferentes tipos de células, ou seja, um mesmo indivíduo pode ter células do primeiro óvulo fecundado nos cabelos e células do segundo óvulo na pele e suas causas mais prováveis é a fertilização in vitro. Sua ocorrência é rara em seres humanos e quando há a ocorrência da mesma, o indivíduo apesar da aparência diferencia pode viver normalmente como outros indivíduos. Muitas vezes o quimerismo nos seres humanos são descobertos a partir do momento em que o portador resultar da fusão de zigotos de sexos opostos (um masculino e outro feminino), o que permite uma gama variada de alterações no desenvolvimento sexual do indivíduo. A ocorrência mais comum é o quimerismo sanguíneo, onde a pessoa possuí mais de um grupo sanguíneo ou quimerismo imunitário, cor dos olhos, hermafroditismo e quimerismo por irradiação. O quimerismo pode prejudicar nos casos de crimes, pois, quando um indivíduo é portador de quimerismo ele terá dois DNA em suas células e por exemplo, se ele for o criminoso poderá não ser preso, pois no teste de DNA poderá dar negativo e assim excluindo ele dentre os acusados.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s